segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Aventurando na escrita

Que ator nunca quis, teve uma pontinha de vontade ou realmente tentou escrever uma peça de teatro?

Acho que é algo que passa pela cabeça de qualquer ator. Depois de tanto interpretar personagens idealizados por outras pessoas, bate aquela curiosidadezinha misturada com uma vontade estranha de criar seu próprio texto.

Pois bem, fiz isso há alguns anos em conjunto com uma amiga. Nossa vontade "era do tamanho de um clássico", então decidimos transformar algo que já existia e mexemos logo com um grande nome do teatro em um de seus textos mais famosos: "Romeu e Julieta" de William Shakespeare.

Estávamos cansadas de ver montagens padronizadas que buscavam ser fiéis aos originais, queríamos inovar e fazer as pessoas pensarem que dá pra fazer coisas diferentes sem fugir à história que o autor queria contar. Mas claro, demos nosso toque, contamos a história do nosso jeito e modificamos o final (sim, aquele final clássico e triste) a fim de transmitir uma mensagem: "Tudo sempre acaba bem e se ainda não está bem, é porque ainda não chegou ao fim!".

Pra quem tiver curiosidade em saber como ficou essas adaptação, é só baixar o texto clicando aqui!

Desde então não escrevi outro texto para teatro, mas vez ou outra escrevo algumas coisas... Assim nasceram alguns contos que podem ser encontrados no meu perfil no site Recanto das Letras.

Se tenho ideia pra escrever mais  um texto teatral? Tenho sim e talvez um dia eu finalmente escreva... Quem sabe? 

Enquanto isso, "Julieta e Romeu?" continuará sendo montado (principalmente por grupos de escola) e fazendo pessoas rirem um pouco ao ver um clássico com outros olhos! =D

Nenhum comentário:

Postar um comentário