quinta-feira, 21 de março de 2013

Ator de cara limpa

É comum as pessoas confundirem o ator com o personagem, o público em geral acaba relacionando e tratando os dois como se fossem um só. Esquecem que o ator é uma pessoa comum com uma vida pessoal (não muito normal e nem tão agitada devido às horas decorando, ensaiando, viajando ou apresentando um espetáculo), com problemas, contas pra pagar e tudo mais que faz parte do dia a dia de qualquer ser humano. Tenho ainda a leve impressão de que os atores com aquela veia cômica mais aflorada sofrem mais com esse tipo de coisa, pois sua comicidade e peripécias em cena leva o público a acreditar que ele é assim o tempo todo, é como se o ator tivesse a obrigação de ser engraçado sempre. Muitos desses atores acabam perdendo a chance de participar de trabalhos diferenciados por estarem marcados por um gênero ou personagem que fez anteriormente.

Por que estou dizendo tudo isso? Por que tem gente que simplesmente não acredita que um ator possa ser tímido! E pensando um pouco a respeito, cheguei à conclusão de que isso é muito estranho, embora seja compreensível até certo ponto. haha

Dia desses fui divulgar apresentações de um espetáculo em algumas escolas. Visitei sala por sala pra falar um pouco sobre a peça e convidar os alunos para assistir. E era eu mesma ali, de frente praquelas pessoas, de cara limpa, sem um texto decorado, sem figurino, maquiagem, nada... Era apenas eu! E poxa, como isso é difícil!

Quando estou em cena não tenho vergonha de nada (nem mesmo quando me estabaco no tablado e a plateia inteira ri), mas ali não sou eu mesma. Embora esteja de corpo e alma ali no palco, estou vivendo um personagem que tem seus próprios conflitos, pensamentos e atitudes pré-definidas por um texto que eu estudei e decorei. Procuro me doar nesse momento e esquecer de mim. Mas quando a Hellen tem que falar em público... Ai, ai, ai! Mesmo sabendo o que tenho/preciso dizer, sou eu mesma ali e isso dificulta um pouco as coisas. Aí você pode dizer “então por que não vestir um personagem pra falar em público?” Sinceramente, não sei bem como responder, mas sei que não é bem assim que a coisa funciona. O buraco é mais embaixo! Tem situações que não tem como fazer isso. Talvez outra pessoa, outro ator/atriz consiga realizar tal façanha, mas eu não me vejo fazendo isso. Mas o importante é que sai! O que eu preciso falar em público, sai! Provavelmente não com a naturalidade propriamente minha daqueles momentos que converso com um amigo, por exemplo, ou com a mesma naturalidade (um tanto técnica) de quando estou interpretando em cima de um palco.

Resumindo: Não sou tímida, estou longe disso. Mas me sinto insegura pra falar em público, sim! Mas quando estou em cena me transformo! E acho isso o maior barato! hahaha Faz parte da graça (e esplêndida magia) de ser ator!

Um comentário:

  1. Duro é quando a pessoa acha que porque vc foi legal em cena, ela pode ser folgada com vc, ou pq vc era triste em cena, vc precisa da compaixão dela! Mas muitas vezes é engraçado quando as pessoas confundem haha!

    ResponderExcluir